Educação ambiental nas escolas
O boto-cinza e o mangue
Agregação de botos
Trabalho de fotoidentificação
Boto grávida
Família
Museu do boto-cinza
Mamãe boto com o seu filhote
Grupo de botos
IMG_0041

Escolha um nome para os botos-cinza !

- É possível identificar os botos-cinza utilizando a foto-identificação. Esta técnica permite identificar cada animal por meio de fotos das marcas que possuem em suas nadadeiras dorsais, resultado de suas interações sociais ou com o meio adquiridas ao longo da vida.

2a.jpg

Filhos e filhas de pescadores das ilhas costeiras de Marambaia e Jaguanum - RJ, participaram de saídas embarcadas para observação de botos-cinza na baía de Sepetiba entre os meses de julho e agosto de 2021. O Projeto Guardião do Mar proporcionou a essas crianças a contemplação dos animais em vida livre, sendo as mesmas, responsáveis por sugerir nomes aos botos já foto-identificados pelo Instituto Boto Cinza. Todas as sugestões de nome foram disponibilizados no site e fizeram parte de uma enquete. Os mais votados encontram-se no link abaixo. Confira !!!

1ª Como damos nome aos botos.png

O projeto “Guardião do Mar” tem a realização do Instituto Boto Cinza com o apoio do FUNBIO (Projeto Educação Ambiental).  “A realização do Projeto Educação Ambiental é uma medida compensatória estabelecida pelo Termo de Ajustamento de Conduta de responsabilidade da empresa PetroRio, conduzido pelo Ministério Público Federal-MPF/RJ”

Neste projeto, mais de 80 pescadores e seus filhos e filhas, moradores das ilhas de Jaguanum e da Marambaia estão sendo capacitados para atuar no turismo de base comunitária como fonte alternativa de geração de renda, educação ambiental e conservação das espécies marinhas da região, principalmente o boto-cinza

GUARDIÃO LOGO.png

Sua ajuda é muito importante!!

Somos uma ONG sem fins lucrativos e temos como missão trabalhar em prol da preservação do boto-cinza e da conservação do ecossistema marinho, com compromissos socioambientais.

Desde meados de 2015, não contamos com qualquer patrocínio, e a continuidade do nosso trabalho está em risco. São 20 anos de pesquisa que podem ficar comprometidos por falta de recursos. E os resultados dos estudos que realizamos sobre esta população de golfinhos são fundamentais para a geração de conhecimentos que podem impulsionar políticas públicas para a proteção desta espécie!

Com um gesto simples, você também pode ajudar a salvar os botos!

Turismo de Base Comunitária para Observação de Botos-cinza na Baía de Sepetiba surgiu como alternativa à atividade de pesca, a fim de diminuir o alto índice de mortalidade dos botos em redes de emalhe. Saiba mais clicando aqui!

O Diário ECO é um ferramenta simples, elaborada pelo Instituto Boto Cinza, que obedece aos princípios da tecnologia social e que pode ser replicada por qualquer grupo social. Conheça esta ferramenta!

Siga-nos nas redes sociais!

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • icone instagram
  • issuu icone